qualquer coisa

Pensamentos desconexos sobre o fim do ano

Eu não acredito exatamente que o fato de mudarmos o calendário do dia trinta e um de dezembro para o primeiro de janeiro seja essencialmente o sinal de que grandes mudanças estão para acontecer. E também não sei até onde faz sentido (se é que faz algum) culpar *o ano* por todas as coisas erradas que acontecem na vida. Mas, o fato é que a gente pensa em períodos anuais e alguns anos são piores que outros, as comparações acontecem, não há como evitar esse ressentimento pelos quatro dígitos da vez. 2015 foi um ano pior que os outros. No geral. Individualmente, para muita gente. Para mim, com certeza.

Teve o excesso de acontecimentos ruins e uma notável precariedade de acontecimentos bons. Algumas coisas ficarão para sempre em 2015 e espero conseguir me livrar até das lembranças. Outras, infelizmente, o ano tirou de mim e elas ficam para trás ainda que eu quisesse poder carregar. 2015 foi como atravessar um grande deserto que parecia não ter fim. Até deu para encontrar alguns oásis, mas não foram muitos e, no final, o que mais vai ficar na memória é a sensação de caminhar exausta, com sede e engolindo terra. O que me consola é que eu não tive que fazer a travessia sozinha – e isso é melhor que encontrar qualquer oásis.

É meio difícil comemorar a chegada de um ano novo quando a sua família acabou de ficar menor. Mas nada me impede de esperar que 2016 seja melhor. E se a gente tá aqui é para continuar tentando.

Advertisements

2 thoughts on “Pensamentos desconexos sobre o fim do ano

  1. Oi, Kahzinha.
    Sinto muito que você tenha passado por coisas absurdamente ruins em 2015. Não faço ideia do que sejam, mas sinto mesmo que você teve que passar por isso.
    Eu gosto de pensar na virada de ano como algo que pode sim deixar tudo para trás. Costumo dizer que as energias ficam confusas e pesadas no fim de ano, porém que parecem se encaixar quando o dia 1º de janeiro chega.
    Sinto que muito mais coisas acontecerão em 2016. E espero muito em Deus que sejam para o melhor. :)

    Precisando de algo, sabe onde me encontrar.

    Um beijo!

    Liked by 1 person

  2. If you’re out on the road
    Feeling lonely, and so cold
    All you have to do is call my name
    And I’ll be there on the next train

    Where you lead, I will follow
    Anywhere that you tell me to
    If you need, you need me to be with you
    I will follow where you lead
    <3<3<3

    Like

Comente

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s